Millennial: como vive a geração mais descolada do momento?

Prole que nasceu na década de 80 valoriza o espaço familiar onde possa trabalhar e viver cercado por obras de arte, plantas e mobília de época

Obra 1: Eyes On You, por Nini Garcia

Millennials, a geração que nasceu na década de 80 e entrou na maturidade perto da chegada do milênio, tem apreço pelo lugar onde vive, e também principalmente, porque é lá também onde muitos deles trabalham. A geração que tem bastante intimidade com aplicativos e tecnologia definiu novas prioridades para os espaços físicos. Por exemplo, eles não fazem questão de cozinhas grandes e projetadas com mil utensílios, afinal, os aplicativos de entrega de comida são fáceis de serem usados e eles têm acesso a uma seleção gastronômica de cozinhas internacionais com apenas um clique.

Obra 1: Made In The 90s, por Peveési, Obra 2: Comigo Ninguém Pode 1, por Rafa Gomes e Obra 3: Beauty Lines, por Julia Hariri

A geração Y também não valoriza estantes e gaveteiros para guardar livros e papéis. Em um mundo praticamente 100% digital, o acúmulo não apenas ocupa espaço – ele vai contra o propósito de diminuir o corte de árvores e preservar a floresta em pé. Há quem acredite, inclusive, que a busca por casas menores também impactou diretamente o mercado imobiliário, que se adequou às demandas nos novos clientes. Menos espaço, mas planejado para trazer aconchego, mesmo que seja minimalista.

Twiggy Eyes II, por Desirée Feldmann

Existe algo muito importante de que os Millennials não abrem mão, em uma casa ou apartamento de qualquer dimensão: eles adoram arte na parede. E os temas que lhe são caros são muito divertidos e até batizaram uma cor: o Pink Millennial. Na casa deles têm obra de arte com plantas, fotografias urbanas, imagens digitalizadas com explosão de cores, a exemplo do trabalho do artista mexicano radicado em Londres Paul Fuentes. O designer, que tem suas obras à venda na Urban Arts, é queridíssimo dessa turma com suas criações que misturam fotografia com trabalho de computador, gerando uma terceira imagem divertida e lúdica.

Flamingo Party, por Paul Fuentes

Para complementar a decoração da casa millennial, vale também entender que eles adoram a mobília batizada de Midcentury, ou seja, peças antigas fabricadas principalmente com madeira nas décadas de 50 e 60. Plantas suculentas (aquelas com folhas fofinhas) e mais carrinho de bebidas para preparar drinques e revestimentos de mármore também entram nessa lista de preferências.

Gostou das ideias que trouxemos para vocês? Pintariam uma parede da sala com Pink Millennial? Conta pra gente!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s