Arquideco

Arte, cor e bossa permeiam lar de Vítor diCastro projetado por Mauricio Arruda

Projeto foi pensado para trazer mais vida à casa alugada sem realizar grandes intervenções; quadros da Urban Arts são destaque no décor

⋅ ⋅ ⋅ ⋅ ⋅ ⋅ ⋅ ⋅ ⋅ ⋅ ⋅ ⋅ ⋅ ⋅ ⋅ ⋅ ⋅ ⋅ ⋅ ⋅ ⋅ ⋅ ⋅ ⋅ ⋅ ⋅ ⋅ ⋅ ⋅ ⋅

Obra Minimum Stones 02, da My Favorite Arts, disponível na Urban Arts
Foto: @mauramello.fotografia

À frente da Todos Arquitetura, o arquiteto e criador de conteúdo Maurício Arruda entregou nesta semana a reforma do novo lar do ator e apresentador Vítor diCastro e seu marido, o jornalista Vinícius Cordeiro. O casal pediu uma mudança radical no imóvel alugado em São Paulo, com o desafio de não serem realizadas grandes intervenções estruturais.

Para transformar o ambiente de maneira rápida e dar mais vida para a decoração, Arruda optou por utilizar piso sobre piso, mudar a pintura das paredes e adicionar arte por todo o imóvel. Foram utilizados vinte quadros no local, todos do acervo da Urban Arts. “Se a sua casa é alugada, a dica é investir em uma boa pintura, iluminação, plantas e quadros. Você mesmo pode fazer a pintura e o restante pode te acompanhar pra sempre. Eu sempre uso esses recursos pra fazer projetos mais econômicos e coloridos”, explica o arquiteto.

Obra: Abstract Art Figure, de ThingDesign, disponível na Urban Arts
Foto: @mauramello.fotografia

Em todo o projeto o arquiteto priorizou mobília pronta ao invés de móveis sob medida, uma vez que é possível levar o mobiliário para outro imóvel, caso o casal se mude no futuro. Nas paredes da cozinha, a escolha foi por um adesivo de parede que simula a estética do granilite.

Para harmonizar as tonalidades coloridas na composição da decoração com os quadros, Arruda explica que a técnica é sempre repetir pelo menos um tom do ambiente também na obra escolhida. “Todos os ambientes têm pelo menos um quadro da Urban Arts. A dica é, sempre que tiver dúvida de como colocar um quadro num espaço que já tem bastante cor, é repetir um ou outro tom na obra de arte para combinar”, afirma.

Obra: Open Your Mind and Let me Step Inside, de Marcelo Mantovani, disponível na Urban Arts
Foto: @mauramello.fotografia

No quarto do casal, a pintura da parede conta com um degradê de tons terrosos. A primeira faixa, que contorna todo ambiente, leva a mesma cor das portas e janelas. “Não recomendo pintar portas e janelas em casas alugadas. É muito mais difícil de repintar do que parede na hora de entregar o imóvel.O degradê nasceu dessa ideia. Essa faixa no meio é exatamente da cor da janela e as outras duas tirei da mesma paleta para criar essa atmosfera”, explica Arruda.

Em destaque, centralizadas acima da cabeceira da cama, o arquiteto adicionou um par de obras da Urban Arts, Abstrato Cores Terracota II – Díptico e o Abstrato Cores Terracota I – Díptico, do artista Art&Co.

Obras: Abstrato Cores Terracota I e II – Díptico, de Art&Co, disponível na Urban Arts
Foto: @mauramello.fotografia
Obra: Pride Colors, de Nathalia Palma, disponível na Urban Arts
Foto: @mauramello.fotografia

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: