Hoje é dia de rock, bebê!

De vilão a queridinho, estilo musical celebra seu dia em 13 de julho, conquistando mais fãs e mostrando que entrou para a história da música pra valer

Obra 1: Série Rockstars All Stars Janis, por Edú Marron

Não são poucas as polêmicas em que os roqueiros célebres se envolveram desde que eles viraram notícia a partir da década de 50. A começar por John Lennon (1940-1980), que declarou ao jornal inglês The Evening Standard que os Beatles eram mais populares que Jesus. “O cristianismo vai desaparecer. Vai diminuir e encolher. Hoje, nós (Beatles) somos mais populares que Jesus. Não sei quem vai desaparecer primeiro, o rock’n’roll ou o cristianismo”. O depoimento causou revolta na igreja católica e os religiosos queimaram imagens dos integrantes da banda em público. O cantor se desculpou depois disso. Mas ele tinha razão, concordam?

Obra 1: Axl Rose Minimalista, por Rafa Gomes

Obra 2: Rock and Roll Over- Kiss, por Renato Matos

Obra 3: Aerosmith – Alltype, da artista Camilo Mello

Obra 4: AC/DC Thunderstruck, do artista Danilo de Alexandria

Obra 5: Foo Fighters, da artista Ana Paula Hoppe

Obra 6: Ozzy Osbourne, por Russ

Obra 7: Metallica Colors, do artista Moesio Fiuza

Obra 8: Overkill, do artista Rafael Bergamini

Outro fato que repercutiu com estrondo foi quando Keith Richards disse ao semanário inglês NME que havia cheirado as cinzas de seu pai misturadas com cocaína. “A coisa mais estranha que eu já tentei cheirar? Meu pai. As cinzas do meu pai”, disse o músico de 63 anos. “Ele foi cremado e eu não pude resistir a misturá-lo com um pouco de pó (cocaína). Meu pai não se importaria”, teria dito o guitarrista dos Rolling Stones, e completou: “E desceu muito bem. Eu ainda estou vivo”. O pai do músico, Bert, morreu em 2002, aos 84 anos.

Obra 1: Single AC/DC, por Tom Almeida

Obra 2: I wanna rock’n’roll, por Camila Matos

Obra 3: Stones Vintage, por Fran 6

Obra 4: The Dark Side of the Moon Minimalista, por Rafa Gomes

Obra 5: Monsters of Rock, por Russ

Obra 6: Rock Zone, por BMRQX

E claro que não podemos esquecer do Rei Elvis Presley (1935-1977), que apesar de ter rompido com diversos padrões musicais de sua época, era um “roqueiro de direita”. Contra a cultura das drogas, já no auge da década de 70, Elvis chegou a se encontrar com o presidente Richard Nixon (1913-1994), quando pediu para ser incluído em um programa de controle de entorpecentes como agente infiltrado. Inacreditável!

Obra 1: The Beatles 2, por Frederico Birchal

A Urban Arts tem um acervo incrível de obras de arte que remetem ao tema. Se você é um roqueiro de raiz e gosta da turma da década de 70, vai se encantar com peças de Janis Joplin (1943-1970), The Rolling Stones, Jimi Hendrix (1942-1970), Jim Morrison (1943-1971), Robert Plant e George Harrison (1943-2001), interpretados por nossos artistas. E também temos a nata nacional com Cazuza, Raul Seixas e Chorão. Long live rock’n’roll!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s